0

A aprendizagem de desaprender: mais uma do Fernando Pessoa

Essa semana inicio uma nova turma na Pós-Graduação da ESPM. É sempre muito estimulante quando um novo ciclo se inicia, pois é a oportunidade de conhecer outras pessoas, novas realidades e a oportunidade de compartilhar conhecimento com quem está realmente interessado em criar valor para sua vida, seus negócios e assim por diante.
Especialmente nesse novo ciclo estou muito motivado, pois tenho me dedicado a estudar e refletir sobre o atual contexto do aprendizado, ou seja, como as pessoas aprendem de fato em um ambiente cada vez mais desafiante.
Nesse processo de buscar de referências me deparei com esse poema de Fernando Pessoa com o heterônimo Alberto Caieiro que, em minha opinião, sintetiza bastante bem um dos maiores desafios do aprendizado: aprender a esquecer para estar aberto às novas soluções e propostas. Enjoy it:

“O essencial é saber ver –
Mas isso (triste de nós que trazemos a alma vestida!).
Isso exige um estudo profundo,
Uma aprendizagem de desaprender…

Procuro despir-me do que aprendi
Procuro esquecer-me do modo de lembrar que me ensinaram
E raspar a tinta com que me pintaram os sentidos,
Desencaixotar as minhas emoções verdadeiras,
Desembrulhar-me e ser eu…”

0 Responses to “A aprendizagem de desaprender: mais uma do Fernando Pessoa”


  • No Comments

Leave a Reply