A 99 (ex-99 Táxi) é o primeiro Unicórnio brasileiro

03 janeiro 2018

A Didi Chuxing, conhecido como o Uber Chinês, startup avaliada em mais de U$ 55 bilhões, adquiriu o controle da brasileira 99.

A informação ainda não é oficial, mas estima-se que o valuation da 99 atingiu o valor de mais de U$ 1 bilhão o que eleva a companhia a categoria de Unicórnio, nominação dada a startups que ainda não abriram o capital  e que tem valor de mercado acima desse montante.

O Brasil ainda não tinha nenhuma startup nessa categoria apesar de analistas apontarem que empresas como Nubank, Movile (IFood, PlayKids etc) dentre outras já atingiram esse patamar.

Um dos aspectos mais valiosos desse movimento é que com a venda da totalidade do controle para a chinesa, os empreendedores brasileiros (fundadores da 99) e seus investidores (como Monashees , Qualcomm dentre outros)  têm um bom retorno sobre o capital investido.

Como o Brasil ainda carece de eventos de saída (como são chamados esses movimentos que dão liquidez total aos acionistas),  operações como essa mostram aos grandes investidores do mercado global que as oportunidades no Brasil estão cada vez mais maduras. Assim, esses players e seus investimentos são atraídos para cá.

Que venham novos Unicórnios e que o empreendedorismo transforme nosso país.