A importância de um legado

17 junho 2015

Não somos importais, mas nosso legado pode nos tornar eternos.
Essa frase, tão curta e poderosa, me remeteu a uma reflexão que tenho exercitado e não é de hoje: a importância de um legado. Não estamos aqui à toa. Nossa existência não pode ser submetida a mediocrização que muitas vezes nos impomos. É necessário sempre refletirmos em qual será nossa pegada, nossa identidade quando não estivermos mais por aqui.
No livro “Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes”, Stephen Covey nos apresenta um modelo para exercitarmos essa reflexão pessoal. Feche os olhos e imagine que você está indo a um funeral. Chegando no local você percebe que estão presentes velhos amigos, pessoas queridas que fazem parte da sua vida. Ao se encaminhar a lápide, você nota que se trata de seu funeral. O que você gostaria que estivesse escrito nessa lápide? O que você gostaria que as pessoas estivessem falando sobre você?
Você já fez esse exercício? Será que seus atos contribuem para seu legado? Você está no caminho? Pode ser que essa reflexão seja pesada, dolorida, porém não se assuste. Tudo faz parte da caminhada. O primeiro passo é a consciência da necessidade de fazê-la.
E aí? Qual será seu legado?