Como João Havelange será lembrado?

17 agosto 2016

No encerramento do último evento que promovemos no meuSucesso abordei a visão da importância do legado e citei uma passagem de Stephen Covey nos “7 Hábitos das pessoas altamente eficazes” onde ele incentiva a desconfortável imagem de você se projetar para o seu funeral.

A provocação é refletir sobre o que as pessoas estarão falando sobre você? Qual é a percepção que o mundo teve de sua passagem?

Um dos temas essenciais da existência é justamente esse: Qual é o seu legado?

Considerando que o ser humano é o único ser vivo que tem a consciência da finitude, essa reflexão deveria pautar toda sua trajetória.

Me recordei novamente desse tema ao tomar conhecimento do falecimento de João Havelange. Qual a imagem que ele deixará? A imagem do cara que revolucionou o futebol no mundo, transformando-o no esporte mais popular do mundo e que permitiu sua inclusão nos rincões mais distantes do planeta ou as mais recentes descobertas que envolvem escândalos de corrupção e enriquecimento ilícito?

Qual sua opinião?

Será que valeu à pena todos esses esforços, no mínimo, questionáveis que certamente resultaram em uma riqueza material expressiva, porém uma pobreza espiritual sem fim?

Mais um exemplo que mostra os cuidados que temos de ter pela inversão de valores tão típica na sociedade atual. A riqueza material pode ser sinônimo de pobreza da existência.

Tome cuidado com as armadilhas! Nem tudo que reluz é ouro...