Quem a Apple vai comprar? A Netflix? A Disney? A Tesla?

03 Janeiro 2018

Lembra do post que fiz comentando sobre o futuro do Netflix e o assédio da Apple?

Veja essa notícia publicada na Newsletter Meio de hoje (que, btw, recomendo):

A nova legislação de incentivos fiscais aprovada pelo Congresso americano pode ter grande consequência nas disputas do mundo digital. A Apple terá o direito de repatriar até US$ 250 bilhões, pagando uma taxa baixa de imposto. É o suficiente para uma compra de grande fôlego. Segundo análise do Citigroup, o alvo mais provável é a Netflix. Mas há alternativas: a Disney, por exemplo. O dinheiro seria gasto para abrir algum mercado novo no qual a companhia já tenha interesse, mas não os talentos necessários para levantar um negócio do zero. Mídia e streaming é certamente um caso. Mas o caminho pode ir na direção dos videogames — comprando, sugerem os especialistas, a Electronic Arts. Ou, ainda, dos automóveis, mirando os veículos autônomos. A Tesla, portanto, é outra candidata.

Me recordo do comentário de um leitor que disse que eu estava viajando (não com essas palavras).

Eu não estou. Quem esta é a Apple...Sonhando gigante...Disney, Tesla, EA...

Como dizem meus amigos do interior: a parada é bruta...

Ah, se quiser assinar a Newsletter Meio é só acessar aqui.