A Amazon entra no negócio de logística

12 Fevereiro 2018

A Amazon está lançando, nos Estados Unidos, seu próprio serviço de entregas, o Shipping with Amazon, ou simplesmente SWA.

Fontes afirmam que o serviço, que baterá de frente com UPS e Fedex, as maiores empresas do setor, se especializará, inicialmente, nas entregas de ecommerce provenientes dos parceiros de seu marketplace.

Com isso, a maior varejista do mundo dá passos similares ao quando lançou a Amazon Web Services (AWS) provendo serviços de computação na nuvem. O serviço, inicialmente estruturado para atender as demandas do Grupo, expandiu-se para parceiros e, atualmente, é líder mundial desse mercado com mais de 44% de share e clientes de diversos portes e segmentos.

A competição no setor de logística nos EUA é pesada e alguns analistas têm certa dose de ceticismo quanto ao êxito da Amazon em sua nova empreitada. Um ponto chama muito atenção, no entanto, na sua estratégia: o novo projeto se dedicará exclusivamente a entregas de ecommerce e será estruturada considerando as peculiaridades desse negócio.

O objetivo é atuar frontalmente contra as ineficiências apresentadas atualmente pelas empresas tradicionais que tiveram de adaptar suas estruturas ao ecommerce. Não nasceram para atender a esse mercado. A iniciativa da Amazon já se inicia organizada para lidar com esse ambiente.

Escala a empresa já tem com suas próprias entregas. Basta saber se terá o conhecimento necessário para ser bem sucedida em mais um novo negócio em que se envolve.

Você acha que vai dar certo? Arrisca um palpite?

Que cultura está sendo forjada nessa organização que não tem medo de errar e não para de ousar com novas soluções e iniciativas!