Vamos ensinar Empreendedorismo nas Universidades

08 julho 2018

Há cerca de 5 anos quando iniciamos, formalmente, o meuSucesso.com, foi fortalecida a minha visão sobre a importância social do empreendedorismo.

Já tinha uma experiência importante com o tema como Mentor da Endeavor (já se vão mais de 10 anos que contribuo com a causa), porém a influência da visão do Flávio Augusto foi, pessoalmente, avassaladora.

Ela me ajudou a forjar a convicção de que o empreendedorismo é o principal vetor de desenvolvimento para a sociedade.

Nosso projeto teve - e tem - um protagonismo importante nessa missão.

Me transformei em um arauto dessa visão propagando-a aos quatro ventos.

Naturalmente, vieram críticas e visões contrárias. Respeito todas aquelas que são respeitosas. Sem problemas.

Essa semana, no entanto, vem mais um sinal inequívoco que a sociedade, em todo o mundo, está se curvando a essa perspectiva.

Hoje no Estadão, Renata Cafardo, publica um artigo que retrata um evento na Universidade de Salamanca na Espanha com Reitores das principais Universidades do mundo.

Um dos temas principais desse encontro: como ensinar os alunos a se tornarem empreendedores.

A visão sentenciada pelo reitor da Universidade Autônoma de Madrid dá o tom da importância do tema para esse grupo:

"A nossa sociedade e o futuro vai depender da capacidade de empreender de nossos jovens".

No encontro, os reitores presentes (inclusive o da USP) reconhecem que não sabem como ensinar empreendedorismo e estão em busca de novos métodos educacionais adequados a essa realidade.

Realmente, aqui temos um desafio importante, posto que, os modelos atuais não estão alinhados com as demandas mais contemporâneas de aprendizado. Essa convicção sobre a dificuldade de ensinar empreendedorismo nada mais é do que o reflexo da desconexão do ambiente acadêmico com o mundo corporativo.

No entanto, há uma lufada de esperança já que o primeiro passo para a mudança é a consciência acerca de sua necessidade.

Arrisco a dizer que estamos diante do início de mais uma transformação da Gestão do Amanhã. Essa no sistema de ensino, território tão relevante e estratégico para a sociedade e nosso futuro.

Eu quero estar nessa 😉

 

P.S. Em outro artigo já abordei minha visão sobre a importância do Intraempreendedorismo como fomento a inovação corporativa. Outro tema, correlato a essa visão. Vale à pena conhecer essa perspectiva.